PUBLICIDADE
Notícias

Eliane descarta ser vice e Gaudêncio se fortalece em chapa com Wagner

Segundo a ex-deputada, o atual vice seria nome mais adequado para a disputa. "Sou candidata a vereadora", disse

10:41 | 12/07/2016
NULL
NULL
A ex-deputada estadual Eliane Novais (PMDB) descartou nesta terça-feira, 12, ser pré-candidata a vice em chapa com Capitão Wagner (PR) para a Prefeitura de Fortaleza. Em entrevista ao O POVO, Novais disse ser candidata à Câmara Municipal e reforçou apoio ao vice-prefeito Gaudêncio Lucena (PMDB) como vice na chapa com PR e PSDB.

Conforme O POVO desta terça mostrou, Eliane e Gaudêncio são hoje os principais candidatos do PMDB para subir no palanque de Capitão Wagner neste ano. Com a saída da ex-deputada, nome de Gaudêncio se fortalece na disputa. “Me sinto honrada pelo partido ter lembrado de mim, mas acho que o perfil mais adequado seria do Gaudêncio”, diz Eliane.

“Ele é do setor empresarial, então agregaria apoios, é um militante partidário, e terá todo o meu apoio. Acho que a unidade partidária está em torno do nome dele”, justifica. Ela afirma que entrou no PMDB com interesse de disputar cargo de vereadora, o que teria sido informado inclusive para líderes do partido no Ceará, como o senador Eunício Oliveira.

[SAIBAMAIS 4]“Eu comuniquei isso ao Eunício, que me ingresso seria pela legenda para vereadora. Já existia essa intenção minha de voltar à política, então venho passando esse ano conversando com minhas bases, usando minha experiência, e tenho recebido muitos apoios nesse sentido”.

PMDB indicará vice


Na última sexta-feira, 8, o PMDB cearense anunciou, após meses de discussão interna, que apoiará Capitão Wagner para prefeito de Fortaleza e indicará seu vice. Outro cotado para a vaga, o deputado Danniel Oliveira não teria demonstrado interesse no cargo. Já Marcelo Mendes, outro pré-candidato da sigla, defende candidatura própria do PMDB.

Ex-vereadora de Fortaleza e ex-deputada estadual, Eliane Novais disputou o governo do Estado pelo PSB em 2014. Ela ficou em 3º lugar, com 3,39% dos votos no Estado e 8,05% em Fortaleza. Ela deixou o PSB no ano passado, após os deputados Heitor Férrer e Danilo Forte migrarem para a sigla.

Redação O POVO Online
TAGS