PUBLICIDADE
Notícias

Eduardo Suplicy é solto após ser detido durante reintegração de posse

Por medo de que houvesse uma "violência incontrolável", Suplicy deitou-se no chão junto com outros manifestantes para evitar um confronto, explicou em vídeo

16:27 | 25/07/2016

Ex-senador Eduardo Suplicy (PT), pré-candidato a vereador em São Paulo, foi solto após ser detido pela Polícia Militar na manhã desta segunda-feira, 25, durante ação de reintegração de posse na zona oeste da Capital paulista. A liberação aconteceu por volta das 15h. Eduardo publicou um vídeo no Facebook, esclarecendo a situação. Segundo oficiais da PM-SP, o ex-senador teria cometido desobediência e obstrução à Justiça, sendo encaminhado para 75º DP.


No vídeo, o ex-senador explica que ao ver o encontro entre os policiais e moradores teve medo de que houvesse uma ''violência incontrolável". Por esse motivo, deitou-se no chão junto com outros manifestantes para evitar qualquer ato de violência. Cerca de 350 famílias estavam em um terreno na Cidade Educandário, na região da Rodovia Raposo Tavares, de propriedade da Prefeitura de São Paulo.


Mesmo com a intenção de Suplicy, a desapropriação terminou em confronto e troca de tiros entre moradores e policiais. Os manifestantes alegaram que o conflito teve início após uma criança ser atingida por uma bomba de gás lacrimogêneo.

 

[VIDEO1]

Redação O POVO Online
TAGS