PUBLICIDADE
Notícias

"Que tenha uma cela ao lado pra hospedar Lula, Dilma e Cardozo", diz Audic

Segundo Audic, "o PMDB do estado do Ceará e a bancada do PMDB desta Casa não defende nenhum ato de corrupção"

14:08 | 07/06/2016
NULL
NULL

Líder do PMDB na Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE), o deputado Audic Mota repercutiu pedido de prisão dos senadores pmdebistas Romero Jucá (RR), José Sarney (AP) e Renan Calheiros (AL) e do deputado federal Eduardo Cunha (RJ) feito pela Procuradori-Geral da República (PGR). Na sessão desta terça-feira, 7, Audic disse que "o PMDB do estado do Ceará e a bancada do PMDB desta Casa não defende nenhum ato de corrupção".

Em pronunciamento no plenário, o deputado ainda criticou o Partido dos Trabalhadores, afirmando que ele tem "quem já provou que tem bandido de estimação não é o PMDB, é o PT". Ele disse que defende que os ex-senadores devam, "no mínimo", se afastarem de seus mandatos para responderem ás acusações.

"A defesa do PMDB é que se apure e puna Sarney, Jucá, Renan e Cunha", afirmou. Segundo ele, a bancada da sigla defende afastamento do mandato desses parlamentares, mas defende que tudo seja feito de forma "linear", que não seja uma ação seletiva.

"Se tiver que ter uma cela pra hospedar essas quatro pessoas, que tenha uma cela do lado pra hospedar (o ex-presidente da República) Lula, (a presidente afastada) Dilma (Rousseff), (o ex-advogado-geral da União José Eduardo) Cardozo", disse Audic. "Que essa ação seja uniforme. A nossa esperança é que o juiz Sérgio Moro possa fazer o que sua caneta permitir e colocar o 'Lulinha' na cadeia numa cela ao lado", completou o pronunciamento.

Redação O POVO Online

TAGS