PUBLICIDADE
Notícias

Presidente do STF deve ir ao Senado na quinta-feira para discutir impeachment

A informação foi dada pelo presidente da comissão especial do impedimento no Senado, Raimundo Lira (PMDB-PE)

20:29 | 11/05/2016

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, deve visitar o Senado Federal na quinta-feira, 12, para assumir a condução jurídica do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

A previsão é que o presidente do STF seja informado oficialmente sobre o tema na manhã da quinta-feira, entre às 10h e 11h, antes das notificações de Dilma e do vice-presidente, Michel Temer (PMDB).

A informação foi dada pelo presidente da comissão especial do impedimento no Senado, Raimundo Lira (PMDB-PE), à Folha de São Paulo.

Segundo ele, Lewandowski vai definir com a comissão e demais senadores os próximos passos do processo contra a petista.

 

Reunião

A reunião do ministro no Senado vai contar com de Renan Calheiros (PMDB-AL), presidente da Casa, do senador Raimundo Lira e de líderes partidários.

Se o processo de impeachment for aprovado nesta quarta-feira, 11, Dilma será afastada por até 180 dias, período em que poderá ser julgada por crime de responsabilidade fiscal.

Redação O POVO Online

TAGS