PUBLICIDADE
Notícias

Maradona diz ser soldado de Lula e Dilma

A publicação no Facebook acompanha a imagem do ídolo segurando o uniforme com o nome de Lula e o número 18 nas costas

21:18 | 22/05/2016
NULL
NULL

O ex-jogador argentino Diego Maradona defendeu Dilma Rousseff e publicou uma foto de uma camisa da seleção brasileira de futebol com o nome e número do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no último sábado, 22.

"Um soldado de Lula e Dilma Rousseff", escreveu Maradona em espanhol, italiano e inglês.

A publicação no Facebook acompanha a imagem do ídolo segurando o uniforme com o nome de Lula e o número 18 nas costas, uma referência às eleições presidenciais de 2018.

Maradona já havia manifestado apoio à Dilma em dezembro de 2015. Em 2014, ele criticou o comportamento da torcida contra Dilma durante a abertura da Copa do Munda na arena de Itaquera.

Nos últimos anos, ele também demonstrou ser próximo de governantes da América Latina, como Nicolás Maduro, da Venezuela, e o ex-líder cubano Fidel Castro.

[VIDEO1]

Redação O POVO Online
TAGS