PUBLICIDADE
Notícias

Lula: "Se tudo der certo, eu assumirei a Casa Civil na quinta-feira"

Em manifestação na Praça do Ferreira, o presidente Lula discursou para cerca de 12 mil pessoas, segundo a Secretaria da Segurança Pública do Ceará

12:51 | 02/04/2016
NULL
NULL
O ex-presidente Lula discursou na manhã deste sábado, 2, durante a manifestação contra o impeachment da presidente Dilma Rousseff na Praça do Ferreira, em Fortaleza. Lula questionou o porquê de tanto ódio por parte da oposição contra Dilma. "Será que dói por causa do Pronatec? Por causa das Escolas Técnicas? Por conta do Minha Casa, Minha Vida? Será que é ódio? Eles (oposição) precisam explicar o porquê de tanto ódio conta a primeira mulher a governar esse País", frisou. Os manifestantes, por sua vez, gritaram em apoio a Dilma, durante o pronunciamento.

%2b Veja as fotos de Lula na manifestação na Praça do Ferreira
Em relação ao Ministério da Casa Civil, o ex-presidente disse: "Se tudo der certo, eu estarei assumindo a casa Civil na quinta-feira. Nós temos que falar em crescimento e volto para ajudar a Dilma e andar de mãos dadas com ela e com vocês", discursou.
[SAIBAMAIS2]
Lula explicou que nenhum dos presentes e manifestantes de todo o País contrários ao afastamento de Dilma é contra o impeachment. Mas quando há base constitucional para o processo."A companheira Dilma não cometeu nenhum crime de governabilidade. Por isso defender o impeachment é ser golpista", ressaltou. Além disso, o petista comparou o Golpe Militar, em 1964, com a atual crise política. "Companheiros o que está em jogo nesse instante é o que nós já vimos em 1964", afirmou.

%2b Vídeo do protesto na Praça do Ferreira


O ex-presidente criticou a forma, segundo ele, da oposição querer alcançar o poder. Para Lula, isso tem de ser feito por meio da democracia, "disputando as eleições presidenciais". "Eu sou a experiência disso; disputei muitas eleições. Essa (impeachment da Dilma) é a forma mais vergonhosa de tentar ganhar o mandato", frisou.

Durante o seu pronunciamento, Lula disse que a ascensão social das classes mais baixas, conquistadas pelo 12 anos de governo do PT, incomoda a oposição. "Eles (oposição) ficam incomodados com a presença do povo em seus restaurantes, no cinema. Eles se incomodam quando pobre anda de avião. Eles não aprenderam a dividir o espaço público com o povo".

O petista também comentou sobre os outdoors promovidos pelo Sindicato dos Médicos do Ceará (Simec) e pela Associação Médica Cearense (AMC). "Eles deveriam ter vergonha na cara e deveriam pegar esse dinheiro e fazer com o que eu fiz no meu governo", criticou. Um dos outdoors, que traz diversas panelas penduradas no equipamento, está localizado na avenida Santos Dumont próximo ao Banco do Brasil com a frase “Lula, é assim que os médicos do Ceará recebem você - menos triplex e sítios, mais saúde”.

Lula terminou o discurso no começo da tarde e saiu da praça com o governador Camilo Santana para um almoço.
TAGS