PUBLICIDADE
Notícias

Único cearense na comissão de impeachment, Danilo Forte diz que Dilma é "ré confessa"

A comissão que vai analisar o impeachment da presidente foi eleita na tarde desta quinta-feira, 17

16:25 | 18/03/2016
A Câmara dos Deputados retomou a tramitação do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, com 433 votos "sim" e apenas um "não". Somente um cearense compõe a comissão que vai decidir o futuro da presidente Dilma, o deputado federal Danilo Forte (PSB). A decisão ocorreu na tarde desta quinta-feira, 17.
 
Em entrevista a rádio O POVO CBN, ele disse que a Comissão de pedido foi eleita "dentro da normalidade", apesar dos processos de mudança do rito pelo Supremo Tribunal Federal (STF). 
 
"A própria presidente é ré confessa com relação às pedaladas (fiscais)", afirmou no programa O POVO no Rádio. "O próprio governo admitiu que usou dinheiro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para pagar as contas do governo, o que não é permitido. A gente precisa rearrumar o país. O grande problema do Brasil é a falta de Governo".
 
 
Redação O POVO Online
TAGS