PUBLICIDADE
Notícias

Edinho Silva e José Guimarães criticam ação contra Lula

11:50 | 04/03/2016
O ministro da Secretaria da Comunicação Social (Secom), Edinho Silva, afirmou na manhã desta sexta-feira, 4, que há "um exagero" na condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. "Eu penso que é um exagero. Isso ficou nítido", disse, afirmando que essa era a "primeira leitura".

Segundo o ministro, não havia necessidade de que o ex-presidente prestasse depoimentos. "Ele mesmo já havia se colocado à disposição para colaborar com a Justiça", disse.

O ministro evitou fazer maiores comentários a respeito do impacto da operação envolvendo lula, mas reconheceu que há um desgaste. "No meu entender é ruim".

Espetáculo arbitrário

O líder do governo na Câmara, deputado José Guimarães (PT-CE), também saiu em defesa do ex-presidente. O petista disse que Lula está sendo alvo de um "espetáculo arbitrário", que ameaça a ordem democrática.

"Aos companheiros e companheiras de jornada: o que foi feito hoje com Lula é um espetáculo arbitrário e uma ameaça a ordem democrática!", afirmou Guimarães em sua conta oficial no Twitter. "Toda a nossa solidariedade a quem realizou uma verdadeira mudança no Brasil começando por mudar a vida dos brasileiros", emendou o petista.

TAGS