PUBLICIDADE
Notícias

Petista critica sugestão de Fraga de reduzir subsídios

20:40 | 07/10/2014
O primeiro vice-presidente do Senado, Jorge Viana (PT-AC), criticou nesta terça-feira a sugestão feita pelo ex-presidente do Banco Central Armínio Fraga de se reduzir a política de concessão de subsídios a setores da economia. Fraga já foi escolhido pelo candidato a presidente do PSDB, Aécio Neves, ministro da Fazenda, caso o tucano vença a corrida ao Palácio do Planalto.

Jorge Viana disse que há uma "preocupação" com o fato de Fraga ter acenado que pretende diminuir a política de juros diferenciada do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O petista citou que tanto o ProUni quanto o Fies são duas políticas que ajudam milhões de jovens pobres a estudar a partir de crédito subsidiado. Ele insinuou que os programas podem acabar num eventual governo Aécio Neves.

"Que país nós vamos ter se nós não dermos oportunidade para a juventude fazer uma faculdade?", questionou. "Nosso governo faz um programa que dá todas as oportunidades para os pobres e jovens de classe média fazerem uma faculdade", completou. Para o petista, está errada a avaliação de que o mercado tem que resolver esses assuntos, em um país tão desigual como o Brasil. "Isso aqui não é para fazer medo a ninguém, não; não é para fazer medo a ninguém. É para ficar bem claro que o governo do presidente Lula e o governo da presidenta Dilma têm lado: não é contra os que já têm, não é contra os que estão incluídos, não é contra o 'andar de cima'. O nosso governo é a favor do 'andar de baixo', da classe média", destacou.

Jorge Viana afirmou que faz um alerta a 3 milhões de estudantes que se beneficiam de políticas de estudos por meio de juros subsidiados. "Eles já estão avisando que política implementarão: deixarão de ajudar setores da nossa economia com os financiamentos do BNDES e - pelo menos, estão dizendo - cancelarão esse tipo de programa de financiamento", disse. "Será que têm coragem de fazer isso? Tirar o dinheiro do ProUni? Tirar o dinheiro do Fies?", questionou Viana, na continuação do discurso. "Porque, se é essa a intenção do senhor Armínio Fraga, tido como eventual futuro Ministro da Fazenda, num eventual governo do PSDB, se é isso que ele está querendo fazer, é bom que a população brasileira fique atenta e reaja a isso", frisou.

TAGS