PUBLICIDADE
Notícias

Garotinho (PR-RJ) não faz previsões para segundo turno

12:00 | 05/10/2014
Com aparência abatida, o candidato do PR ao governo do Estado do Rio, Anthony Garotinho, não quis fazer previsões sobre possível segundo turno contra Luiz Fernando Pezão (PMDB). "Vamos esperar a pesquisa da urna. Agora a margem de erro é zero", afirmou o candidato.

As mais recentes pesquisas divulgadas antes da eleição mostram que o segundo turno está indefinido. De acordo com o Datafolha, o governador Pezão tem 36% dos votos. Garotinho e Marcelo Crivella (PRB) estão tecnicamente empatados: Garotinho aparece com 25% , e Crivella, com 22%.

Já o Ibope mostra Pezão com 37% dos votos válidos e Garotinho estaria isolado na segunda posição, com 27% dos votos válidos. Crivella tem 20%.

"Enfrentamos um quadro político de muita adversidade. As maiores forças políticas e econômicas se juntaram contra nós: o governador e o prefeito do Rio, 86 prefeitos do Estado, 15 partidos, 1.800 candidatos. E apesar disso tudo chegamos inteiros."

Garotinho disse, ainda, que fez uma campanha modesta, por causa da baixa arrecadação. "Estava até brincando, no caminho para cá: se ganharmos, como vamos fazer o segundo turno?".

O candidato saiu de casa há pouco para votar no Ciep Nilo Peçanha, a poucos metros de onde mora, no bairro da Lapa, em Campos dos Goytacazes, norte fluminense. O deputado federal seguiu a pé, acompanhado da mulher, a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, e cercado por eleitores e cabos eleitorais.

Garotinho estava no Rio na manhã deste domingo e chegou de helicóptero a Campos, a 470 km da capital. Ele desembarcou às 10 horas, cumprimentou os vizinhos e foi aplaudido por um grupo de amigos que o aguardava em casa. De lá, seguiu para a escola para votação.

TAGS