PUBLICIDADE
Notícias

Camilo promete concursos para universidades, mas reforça limitações orçamentárias.

17:24 | 15/10/2014
NULL
NULL

O candidato ao governo estadual Camilo Santana (PT) reuniu-se com representantes de professores do Estado do Ceará em seu comitê de campanha em Fortaleza na manhã desta quarta-feira, 15, escutando a demanda dos docentes. Segundo ele, a principal queixa é por um concurso público para 800 professores efetivos. Camilo garante que uma eventual gestão sua terá concursos públicos para as universidades, mas dentro das "limitações orçamentárias que o Ceará tem".

Camilo, ao comentar as muitas críticas que a gestão Cid Gomes (Pros) recebe dos professores, diz que o governo fez investimentos consideráveis na área da educação. "Tá tudo bom? Tá tudo resolvido? Claro que não. Mas o Estado só é feito de universidades?", declarou o candidato.

O postulante ao Palácio da Abolição usa o crescimento nos gastos da Saúde - segundo ele, de cinco vezes - para demonstrar outros exemplos de demandas para o Tesouro estadual. "É uma demanda reprimida que nós não vamos resolver em quatro, oito anos", alega.

Segundo Elda Maria Maciel, dirigente do Sindicato dos Docentes da Universidade Estadual do Ceará (Sinduece) presente no encontro, foi apresentada ao candidato uma carta-compromisso "onde nós colocamos todo o quadro pelo o qual nós achamos que nós teremos uma boa universidade". O candidato, segundo ela, mostrou-se simpático ao texto, comprometendo-se em assiná-la assim que puder analisar o documento com mais cuidado.

Renato Sousa

TAGS