PUBLICIDADE
Notícias

Tasso diz não ter rancor de Ciro e nega ter coordenado acordo para eleger Cid

11:48 | 17/09/2014
NULL
NULL
Candidato pelo PSDB ao Senado, Tasso Jereissati (PSDB) participou na manhã desta quarta-feira, 17, de sabatina na TV O POVO. Questionado sobre sua participação na primeira eleição de Cid Gomes (Pros) em 2006, o candidato negou ter feito acordo beneficiando os irmãos Ferreira Gomes contra o então governador Lúcio Alcântara (PR) – na época correligionário de Tasso. O tucano ainda comentou rompimento com Ciro Gomes, afirmando “não ter rancor” do ex-aliado.

“Eu não tenho o menor rancor. Acho que são coisas da vida”, disse, citando frase do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) sobre não guardar ressentimentos. Enquanto governador do Ceará, Tasso teve papel importante no crescimento político de Ciro, que contou com apoio do tucano nas eleições à Prefeitura de Fortaleza em 1988 e ao governo do Estado em 1990.

Sobre a eleição de 2006, quando rompeu com o então governador e correligionário Lúcio Alcântara, Tasso negou ter realizado acordo para eleger Cid Gomes. Na época, Cid foi o principal beneficiado pelo estremecimento das relações entre Lúcio e Tasso.

“Não houve acordo com os Ferreira Gomes. Houve rompimento com o Lúcio, sim. Eu disse que não participaria da campanha do Lúcio, nem de ninguém, porque não concordava com coisas do governo Lúcio. Tive conversa longa sobre possíveis mudanças, que não aconteceram”, disse.

Redação O POVO Online

TAGS