PUBLICIDADE
Notícias

Padilha reage e diz que ninguém bate em cachorro morto

21:10 | 23/09/2014
O candidato ao governo de São Paulo Alexandre Padilha (PT) afirmou há pouco, durante comício em Guarulhos, na Grande São Paulo, que os mais recentes ataques do governador e candidato à reeleição, Geraldo Alckmin (PSDB), mostram que ele "está com medo". "Quem ataca é porque esta com medo. Ninguém bate em cachorro morto", afirmou Padilha, referindo-se ao programa eleitoral do tucano de ontem, que fez os mais duros ataques a Padilha.

Segundo Padilha, o atual governador usou o programa de radio e TV "só para soltar mentiras, só pra tentar atacar". "Ele essa semana mudou a postura dele", disse o petista. Padilha criticou ainda o fato de Alckmin ter usado um locutor para fazer as críticas ao petista. "Ele não tem coragem para fazer ataques, contrata um locutor", rebateu.

O petista disse ainda que a única verdade que o governador contou no seu programa foi quando ele afirmou que o candidato "é o Padilha do PT". "Eu digo de alto e bom som, sou o Padilha do PT, sou o Padilha do Partido dos Trabalhadores, sou o Padilha do Lula, e tenho muito orgulho de ser", disse.

Padilha disse ainda que Alckmin é quem esconde o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "Quem esconde o presidente a quem serviu é o atual governador", disse, chamando novamente Alckmin para o debate. "Venha debater cara a cara Alckmin."Durante o comício, Padilha exaltou o programa Mais Médicos e atacou a crise hídrica de São Paulo. ()

TAGS