PUBLICIDADE
Notícias

José Pimentel diz que caso da Petrobras é inerente ao processo eleitoral

14:09 | 10/09/2014

O senador José Pimentel (PT), relator da CPI da Petrobras, afirmou, nesta quarta-feira, 10, que a série de acusações em torno da Petrobras é algo inerente ao processo eleitoral e que vai se estender até o dia da votação. O objetivo é desgastar o PT que, de acordo com o parlamentar, já está acostumado a esse tipo de situação

Pimentel disse esperar do episódio que os corruptores sejam identificados. “Só existe corrupto, porque há o corruptor”, afirmou. Indagado se Dilma sabia do caso de propina na estatal, o senador preferiu dizer que quem deve apurar tudo são os órgãos de controle e a Polícia Federal.

“Isso é subproduto de financiamento de campanha. Enquanto houver financiamento de empresa no Brasil, estamos expostos a isso”, ponderou o senador.

José Pimentel garante estar convicto de que Dilma Rousseff vai disputar o segundo turno. “Para o Partido dos Trabalhadores, todos os processos eleitorais foram difícieis, sempre trabalhamos com o segundo turno”, disse Pimentel.

Redação O POVO Online
com informações do Blog do Eliomar

TAGS