PUBLICIDADE
Notícias

Datafolha indica Câmara com 39% e Monteiro 33% em PE

20:30 | 10/09/2014
A terceira rodada da pesquisa Datafolha divulgada nesta noite (10), indica o candidato do PSB, afilhado do ex-governador e presidenciável Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo no dia 13 de agosto, assumindo a frente na disputa pelo governo de Pernambuco.

Câmara, que aparecia com 13% na primeira rodada (15 de agosto), subiu para 36% na segunda (04 setembro) e agora aparece com 39% das intenções de voto. Armando Monteiro Neto (PTB), apoiado pelo PT, que iniciou com franco favoritismo (47%), caiu para 36% - empatando com o socialista - e agora tem 33%.

A diferença não atesta uma virada, pois está dentro da margem de erro da pesquisa (3% para mais ou para menos), mas mostra uma tendência de crescimento do socialista. Desde a primeira rodada, Câmara subiu 26 pontos percentuais e Monteiro Neto caiu 14%.

No quesito rejeição, Paulo Câmara apresentou o menor índice - 14% - embora tenha subido dois pontos percentuais, dentro da margem de erro, em relação à rodada anterior (12%). Na primeira pesquisa, tinha 17%. Armando Monteiro Neto iniciou com 9% de rejeição, subiu para 15% e na terceira rodada somou 20%.

Numa simulação de segundo turno, Paulo Câmara teria 43% contra 37% de Monteiro Neto. A pesquisa ouviu 1.211 pessoas em 43 municípios, tem margem de erro de 3% para mais ou para menos e nível de confiança de 95%.

Os candidatos do PSOL e PCR, respectivamente Zé Gomes e Miguel Anacleto, tiveram 1% da preferência dos eleitores. Os candidatos do PCO, Pantaleão, e do PSTU, Jair Pedro, não pontuaram. Os votos brancos e nulos somaram 9% e 16% não souberam responder. A pesquisa está registrada no TRE-PE sob o número 023/2014 e no TRE sob o número BR00584/2014.

O crescimento de Câmara provocou a mudança de postura da coligação de Armando Monteiro, que passou a adotar a estratégia de ataque. Ex-secretário de Fazenda do governo Campos, Paulo Câmara passou a ser cobrado em relação à concessão de benefícios fiscais, em 2011, à empresa Pernambuco Pneus - investigada na ainda não explicada compra da aeronave que caiu no dia 13 de agosto matando Campos e mais seis pessoas.

A questão tem sido amplamente explorada no guia eleitoral do rádio e televisão e também nas redes sociais. Principal cabo eleitoral de Armando Monteiro Neto, o ex-presidente Lula também tem é presença constante no programa eleitoral, apontando o petebista como o candidato mais preparado.

Por enquanto, a coligação da Frente Popular, que apoia Câmara, tem mostrado os feitos dos dois governos Eduardo Campos, para argumentar que está no "caminho certo", e prometendo mais avanços.

TAGS