PUBLICIDADE
Notícias

Campanha de Marina usa posts para desmentir 'boatos'

18:30 | 11/09/2014
Dentro da estratégia de dizer que é "vítima" de ataques dos adversários, a campanha de Marina Silva (PSB) publicou no seu site oficial uma série de posts chamada "Boatos x Verdades". A página traz uma série de quadros com os chamados boatos e as respectivas respostas de Marina. Os boatos são colocados em letra miúda e em tom neutro, de cinza, seguidos, em baixo, da versão da candidata em letras grandes e coloridas.

Os quadros podem ser compartilhados nas redes sociais e o site, por meio de uma frase de Marina, pede que internautas doem tempo para dividir as informações com amigos nas redes: "Quero uma doação: contra a mentira e a agressão, dedique uma hora, meia hora, 20 minutos nas redes sociais para combater as calúnias".

São ao todo nove quadros elaborados, falando que Marina manterá o programa habitacional Minha Casa, Minha Vida e o Bolsa Família; que a candidata não mistura religião e política; defendendo a proposta de independência do Banco Central; dizendo que a candidata é transparente com seus rendimentos oriundos de palestras; que Marina não pretende reduzir a exploração do pré-sal; que as mudanças do programa de governo se deveram a "erro processual"; que ela considera homofobia crime e que governará com o "povo brasileiro" não com o banco Itaú.

O quadro sobre independência do BC, por exemplo, diz: "O boato: 'A independência do Banco Central vai impedir avanços sociais. A verdade: um Banco Central independente significa que nenhum partido ou grupos de interesse usará a instituição para se beneficiar". Naquele sobre Bolsa Família, outro tema que vem gerando polêmica no debate eleitoral, está escrito: "O boato: 'Marina vai acabar com o Bolsa Família. A verdade: o governo de Marina ampliará o número de famílias beneficiadas pelo Bolsa Família, uma conquista da sociedade brasileira".

Outro tema de destaque é o pré-sal, que a campanha de Dilma acusa que terá menos investimento em eventual governo de Marina. Com impacto sobre seu eleitorado, Marina inclusive está em agenda hoje no Rio de Janeiro em ato para reforçar a mensagem de que não é contra a exploração do pré-sal e dizer que não pretende alterar o sistema de partilha de royalties do petróleo. Nesse tema, o quadro elaborado pela campanha da pessebista diz: "O boato: 'Marina vai reduzir a importância e desperdiçar o pré-sal'. A verdade: Marina não reduzirá os investimentos para a exploração do pré-sal".

TAGS