PUBLICIDADE
Notícias

Após ataques a Eunício, Ciro terá de publicar direito de resposta no Facebook

A resposta da candidatura eunicista deverá ser postada no perfil de Ciro em até 48h após notificação oficial com as mesmas dimensões das postagens originais

16:08 | 20/09/2014
NULL
NULL
O secretário de Saúde Ciro Gomes (Pros) terá que conceder direito de resposta ao candidato a governador Eunício Oliveira (PMDB), de acordo com decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-CE).  O pedido de reparação foi motivado por duas postagens do ex-secretário publicadas em 3 e 6 de setembro em seu perfil pessoal no Facebook.
 
A resposta da candidatura eunicista deverá ser postada no perfil de Ciro em até 48h após notificação oficial com as mesmas dimensões das postagens originais. Em caso de descumprimento, há previsão de multa em cerca de 30 mil reais. O secretário também poderá ser processado por crime de desobediência.

Em suas mensagens, apesar de não haver citação nominal de Eunício, o peemedebista é acusado implicitamente de querer “comprar o governo do nosso Ceará com dinheiro sujo”, de ter ampliado sua fortuna com “contratos obscuros com a Petrobras e outras agências federais” e de pertencer a um grupo que gasta “o dinheiro fácil da corrupção para tentar impedir a vitoria do melhor projeto”.

Segundo a decisão judicial, as postagens não estão caracterizadas como direito à liberdade de expressão “na medida em que imputa uma conduta criminosa, sem prova da verdade”. 

Procurado pelo O POVO, foi informado que Ciro Gomes não está em Fortaleza e não poderia comentar a decisão.

Renato Sousa

TAGS