PUBLICIDADE
Notícias

Aécio acusa Marina de silenciar diante do mensalão

16:00 | 06/09/2014
Em seu programa eleitoral na televisão, neste sábado, o candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) voltou a focar sua atenção em Marina Silva (PSB), que assumiu a segunda posição nas pesquisas de intenção de voto.

No discurso, que tomou 75% do tempo do programa, Aécio voltou a dizer que a "candidatura oficial, do PT", fracassou. E que há duas candidaturas no "campo oposicionista".

O tucano descreveu a sua como a candidatura "construída a partir de debates intensos Brasil afora, que foram muito além do nosso partido, das nossas alianças políticas e chegaram à sociedade brasileira", em um projeto coerente e baseado na competência.

Sobre a candidatura de Marina, Aécio voltou a afirmar que respeita a candidata, mas que é preciso compreender "qual Marina está disputando estas eleições". Ele lembrou que Marina votou contra a Lei de Responsabilidade Fiscal e não pediu para sair do governo Lula após o escândalo do mensalão. "Hoje, ao ler o programa de governo de Marina Silva eu vejo inúmeras contradições com tudo aquilo que ela defendia no passado. Vejo a Marina quase como se fosse uma metamorfose ambulante, trocando de posições ao sabor das circunstâncias", afirmou Aécio no programa, reiterando as críticas que fez à candidata durante a semana.

A coligação Muda Brasil também voltou a exibir artistas como Wanessa e Zezé di Camargo, Renato Teixeira, Beto Guedes, Chitãozinho e Xororó e Christian, além da Velha Guarda da Mangueira, cantando o jingle da campanha.

O vídeo terminou com uma chamada para o próximo programa, que abordará o tema segurança. Segundo a apresentadora, Aécio é a favor da redução da maioridade penal, enquanto suas principais adversárias, Dilma e Marina, são contra a proposta.

TAGS