PUBLICIDADE
Notícias

Para Lula e Dilma, imprensa de MG é 'dócil' com Aécio

20:00 | 01/08/2014
Em encontro com prefeitos do norte de Minas, a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fizeram duras críticas à imprensa mineira. Lula chegou a dizer que os jornais do Estado "são dóceis com o candidato do PSDB à Presidência, Aécio Neves". Por sua vez, Dilma chegou a mostrar uma revista local para reclamar que o programa de água do governo federal é tratado como se fosse do governo estadual. A revista mostrada pela presidente é a Atual Minas, que tem entre seus sócios pessoas ligadas ao PMDB da região, que decidiu não acatar as ordens do diretório nacional do partido e defender a campanha de Aécio.

"Acho que estamos num momento muito especial da vida do País. Antes, criamos a frase 'A esperança vai vencer o medo'. Agora, estamos com outra frase: A verdade tem que vencer a desinformação deliberada, as falsidades e o pessimismo daqueles que defendem o quanto pior, melhor", disse Dilma.

Ela reclamou que a imprensa disse inverdades, citando as expectativas do racionamento de energia e a impossibilidade de se construir os estádios para os jogos da Copa. "Depois disseram que não teria aeroporto. Nós investimentos em aeroportos e ninguém ficou com a chave desses aeroportos", disse a presidente, referindo-se à pista de pouso em Cláudio, reformada por Aécio Neves, e que tem a cópia das chaves da propriedade nas mãos de um parente do tucano.

Com a revista erguida, Dilma disse para a plateia de prefeitos que daria um "doce" para quem achasse o nome do governo federal na matéria. "Têm aqueles que acham que mudar é voltar atrás. Retroceder naquilo de mais grave que pode ter para o País, como o aumento do desemprego e fazer com quem pague o pato diante da crise seja a grande maioria da população", disse a presidente.

Em seu discurso, Lula disse que a eleição deste ano é "quase um jogo da verdade". "A gente vai ter que dizer que Brasil a gente quer. A única coisa que o nosso adversário (Aécio Neves) fez foi tratar bem a imprensa daqui, que não falava mal dele", disse Lula. "Aqui a greve da polícia não aparecia na imprensa. Eu, sinceramente, estou quase deixando a campanha do Josué (Josué Gomes da Silva, candidato ao Senado) para vir aqui e fazer um cursinho de como fazer como a imprensa seja tão dócil", afirmou.

O ex-presidente disse que Aécio é um "bicho esperto". "Como alguém fez tão pouco e pareceu que trabalhou muito, enquanto nós nos matamos de trabalhar? O nosso compromisso é eleger Dilma, Fernando Pimentel para o governo do Estado e Josué para o Senado", disse.

TAGS