PUBLICIDADE
Notícias

Jovens apresentarão propostas a Campos na segunda

11:50 | 01/08/2014
Um grupo de jovens, que se intitula "Juventude de coragem" e que se organiza pelas redes sociais, vai apresentar na segunda-feira, 04, uma carta ao candidato a presidente Eduardo Campos (PSB) e a sua vice na chapa, Marina Silva, em São Paulo. O documento se chamará "Carta das juventudes" e levará pautas para a campanha eleitoral e para um eventual futuro governo da dupla. "Achei uma iniciativa sensacional porque não é um modelo tradicional de apenas reivindicar do candidato, mas os jovens estão de fato se colocando como copartícipes do processo", disse Pedro Ivo, coordenador de mobilização da campanha de Campos e Marina, ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado.

O grupo é de simpatizantes da campanha de Campos e é o mesmo que se reuniu com ele em 14 de junho, quando o candidato passou a defender a bandeira do passe livre estudantil. O grupo também vem contribuindo para a elaboração do programa de governo do candidato, que será apresentado nas próximas semanas.

Segundo Gabriela Barbosa, porta-voz nacional da Rede Sustentabilidade e uma das coordenadoras da "Juventude de Coragem", a iniciativa já reúne centenas de jovens pelo País, que se comunica pelas redes, especialmente pelo Facebook. No evento de apresentação da carta, na segunda-feira, ela estima que ao menos 200 jovens compareçam. "Eduardo e Marina cativam muito a juventude, então o processo de divulgação é muito rápido", disse Gabriela.

A carta foi elaborada após um mês de conversas presenciais e online, e trará pautas como melhoria na educação pública, erradicação do analfabetismo, o próprio passe livre estudantil, acesso à cultura popular, respeito à diversidade, direitos da juventude negra, democratização da política e reforma política.

Além das pautas, Gabriela destaca que o documento trará uma introdução da importância dos jovens para construção da democracia e uma construção que aponta como a juventude pode se colocar e assumir responsabilidades na campanha e em um eventual governo. "Vamos passar a mensagem de que a juventude está com Eduardo e Marina. Realmente temos esse sentimento de que a gente pode fazer uma transformação. Se Eduardo e Marina ganharem (as eleições), não vai ser por dinheiro ou por estrutura, mas uma vitória dos brasileiros."

Os jovens integram um dos "elos", segundo a denominação usada pela campanha de Eduardo Campos e Marina Silva. A coordenação de mobilização, comandada por Ivo e por Milton Coelho, tem se reunido com lideranças de várias áreas já simpáticas à candidatura pessebista. Além dos jovens, há elos temáticos de negros, mulheres, comunidades tradicionais e indígenas, movimentos populares, movimentos sindicais, manifestações culturais etc.

TAGS