PUBLICIDADE
Notícias

Eliane Novais diz que Nicolle Barbosa "se aliou à velha política"

Em encontro com jovens empresários, a candidata também respondeu a perguntas sobre seu plano de governo voltado para o fortalecimento de micro e pequenas empresas

18:09 | 29/08/2014
NULL
NULL

Atualizada às 09h50min, de 30/08/2014

A candidata do PSB ao Governo do Estado, Eliane Novais, disse que a correligionária Nicolle Barbosa (PSB) sucumbiu à “velha política”. Eliane participou, nesta sexta-feira, 29, de sabatina promovida pela Associação de Jovens Empresários de Fortaleza (AJE Fortaleza). Na ocasião, a candidata também respondeu a perguntas sobre seu plano de governo voltado para o fortalecimento de micro e pequenas empresas.

Questionada sobre o desgaste no relacionamento com a empresária Nicolle Barbosa, que foi apresentada até junho como pré-candidata ao Governo pelo PSB, mas foi substituída por Eliane no prazo final de registro de candidatos, a deputada estadual criticou a postura da correligionária. “Nicolle tanto falou na nova política, mas se aliou à velha política”, disse Eliane.

Eliane afirmou que o "mal-entendido" com Nicolle "está superado” e ressaltou que Nicolle participou de discussões com o ex-presidente do partido Eduardo Campos, falecido em 13 de agosto, sobre a disputa pelo governo e sobre a baixa densidade eleitoral apresentada por Nicolle nas pesquisas de intenção de voto.

[SAIBAMAIS 2]

Na segunda-feira, 25, Nicolle anunciou apoio à candidatura de Camilo Santana (PT) ao Governo do Estado. “Quando fui alijada de poder apresentar um projeto para um Ceará mais justo, isso me fez ter uma maior responsabilidade e não ficar de fora desse processo”, disse Nicolle, em encontro onde formalizou apoio à chapa adversária de seu partido.

Micro e pequenas empresas
Eliane foi questionada ainda sobre qual seriam suas medidas efetivas para a simplificação fiscal relacionada ao fortalecimento de micro e pequenos empresários, visto que, no Ceará, 30% das empresas não chegam ao terceiro ano de vida, segundo o Serviço Brasileiro às Micro e Pequenas Empresas.

A candidata prometeu “verificar e estudar” a diminuição das taxas de abertura de empresa. Ela pontuou que “terá de ter o pé no chão” porque o orçamento do Estado para o próximo ano será feito ainda na atual gestão, logo só poderia fazer “maiores mudanças” em 2016. Eliane prometeu ainda não elevar a carga tributária para micro e pequenos empreendedores. Mesmo assim, também não prometeu baixar os encargos.

Startups
Sobre a estruturação de um plano de desenvolvimento de startups (empresas recém-criadas com baixo custo de manutenção e boas chances de crescimento, ligadas principalmente à tecnologia), Eliane pontuou que estaria “aberta para a conversa” com todas as entidades para a “estruturação das boas ideias de cada uma”.

A candidata falou ainda que um de seus planos para os jovens empresários é um trabalho inspirado no projeto “Minha primeira empresa”, elaborado pela AJE de Goiás. Eliane foi questionada pelo coordenador-geral da AJE Fortaleza, Marcelo Paz, sobre não ter exposto a inspiração do projeto quando o apresentou no debate promovido pelo O POVO.

Ela justificou que, por receio de exposição da entidade, fez menção apenas ao trabalho de seu vice, Leonardo Bayma, que já foi coordenador-geral da AJE Fortaleza, e é quem está à frente da proposta.

Redação O POVO Online

TAGS