PUBLICIDADE
Notícias

Carvalho diz desconhecer ameaça feita por empresário

16:10 | 23/08/2014
O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, disse em resposta ao Broadcast Político, que "nunca tomou conhecimento de nenhuma ameaça ou chantagem" feita pelo empresário Ronan Filho.

Conforme revelou neste sábado (23) o jornal O Estado de S.Paulo, a Polícia Federal apreendeu no escritório da contadora do doleiro Alberto Youssef um contrato de empréstimo no valor de R$ 6 milhões, entre o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, condenado no esquema do mensalão, e uma empresa de Ronan Maria Pinto.

Em depoimento prestado ao Ministério Público, em dezembro de 2012, Valério disse que dirigentes do PT lhe pediram R$ 6 milhões para serem destinados a Ronan. O dinheiro, segundo Valério, serviria para que o empresário deixasse de chantagear o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o então chefe de gabinete pessoal de Lula, Gilberto Carvalho, e o ministro-chefe da Casa Civil na época, José Dirceu.

Em resposta ao Broadcast Político, a assessoria de Carvalho informou que o ministro "nunca tomou conhecimento de nenhuma ameaça ou chantagem feita pelo senhor Ronan Pinto e muito menos tem informação a respeito da transação citada na matéria".

TAGS