PUBLICIDADE
Notícias

Sucesso de Dilma Rousseff deteriora a economia, diz Santander a clientes ricos

15:25 | 25/07/2014
NULL
NULL
O Banco Santander enviou, ao longo do mês de julho, texto aos seus clientes de alta renda em que vincula um eventual sucesso eleitoral de Dilma Rousseff (PT) a uma queda da economia brasileira. Diz que, se a petista melhorar nas pesquisas, os juros e o dólar vão subir e a bolsa, cair. Segundo o blog do jornalista Fernando Rodrigues, do UOL, a análise foi impressa na última página do extrato de clientes da categoria “Select”, com renda mensal superior a R$ 10 mil.

Ainda de acordo com o blog, o texto, intitulado “Você e seu dinheiro”, orienta os clientes de que um cenário eleitoral à petista reverterá “parte das altas recentes” na Bolsa. Este tipo de análise já percorria o mercado de maneira difusa, mas nunca havia sido materializado de maneira institucional por um grande banco.

O comportamento não é novo: em 1989, o empresário Mário Amato deu entrevista dizendo que, caso o petista Luiz Inácio Lula da Silva ganhasse a eleição, 800 mil empresários deixariam o Brasil. Em 2002, a ameaça voltou diante de nova possível vitória de Lula, com analistas prevendo nova queda da economia diante do sucesso do petista.

Após a denúncia repercutir, o Santander – que é formado por capital espanhol – publicou nota em sua página em que pede desculpas aos clientes pelo ocorrido. Na mensagem, o banco disse que tomará providências internas sobre o caso e reiterou sua “convicção de que a economia brasileira seguirá sua bem-sucedida trajetória de desenvolvimento”.

Redação O POVO Online

TAGS