PUBLICIDADE
Notícias

PSDB quer identificar autores de acusações contra Aécio

16:10 | 03/07/2014
O coordenador jurídico da campanha presidencial do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP), irá apresentar nesta sexta-feira, 4, ação judicial em São Paulo para identificar a origem de textos publicados nas redes sociais que trazem relatos de um suposto bate-boca entre o senador Aécio Neves e a ex-mulher Andrea Falcão.

O motivo do desentendimento entre o casal, segundo textos distribuídos na internet, teria sido um suposto transporte ilegal de malas de dinheiro e diamantes realizado pela filha do senador para o exterior.

"A indignação manifestada pelo senador Aécio Neves com o uso indevido do nome de sua família, filha e ex-mulher na tentativa de denegrirem sua imagem é a expressão clara de que nossos adversários ultrapassaram todo e qualquer limite. Amanhã mesmo estaremos entrando com uma ação judicial objetivando a identificação dos IPs para sabermos quem são os responsáveis por essa prática criminosa", afirmou Carlos Sampaio nesta quinta-feira, 3.

Segundo ele, também será solicitada uma audiência com o procurador-geral de Justiça de Minas Gerais na próxima semana. "Na oportunidade solicitaremos a abertura de investigação também por aquele órgão, já que existem vários indícios de que esses crimes apresentam características muito semelhantes àqueles que estão sendo objeto de investigação pelo Ministério Público de São Paulo e do Rio de Janeiro", ressaltou o coordenador ao se referir ao episódio da prefeitura de Guarulhos e da Eletrobras em que alguns servidores teriam utilizado a estrutura das instituições para atacarem a candidatura de Aécio Neves na internet.

A iniciativa do coordenador jurídico da campanha do PSDB, ocorre um dia depois Andrea Falcão ter usado o perfil pessoal no Facebook para rebater os boatos. "Andam espalhando um texto totalmente mentiroso para atingir o meu ex-marido, Aécio, usando a mim e à nossa filha de forma irresponsável. É um material criminoso, que chega a dizer que eu o teria acusado de usar nossa filha para fazer contrabando de diamantes para o exterior!", diz o texto publicado pela ex de Aécio. "O texto é tão absurdo que beira o ridículo e subestima a inteligência do leitor. Eu me admiro que pessoas supostamente 'esclarecidas' estejam divulgando uma baixaria dessas, só explicável em função de muita má-fé", acrescenta.

A ex-mulher do tucano se refere às matérias que foram publicadas na internet nos últimos meses com títulos como "Conheça a mulher que tira o sono de Aécio Neves" e "Ex de Aécio joga 'caca' no ventilador". "Ele levava mala de dinheiros e diamantes para Aspen". Uma parte do texto traz uma suposta discussão entre Aécio e a ex-mulher: "A área de inteligência da Receita Federal descobriu que uma integrante da inteligência da PMMG, conhecida como PM2, havia relatado uma discussão entre Aécio e Andréa Falcão, onde ela, de maneira enérgica, reclama: 'deixe minha filha fora dos seus rolos, não quero que fique utilizando ela para servir de justificativa para você fazer o que faz'". Aécio pergunta: "Que rolo?". Andréa Falcão responde: "Levar estas malas de dinheiro e diamante para Aspen". (

TAGS