PUBLICIDADE
Notícias

Primeiro-secretário defende reembolso a assessores

09:10 | 16/07/2014
O primeiro-secretário do Senado, Flexa Ribeiro (PSDB-PA), defendeu o reembolso dos gastos com aluguel de carros e hospedagem feitos nos Estados pelos funcionários lotados no gabinete de Brasília.

"Alguns deles acompanham o parlamentar em suas atividades na base. Então, o ressarcimento é por atuação política dos assessores. Os senadores têm o direito também a ter o ressarcimento das despesas", afirmou o senador tucano, que ocupa o posto na Mesa Diretora da Casa responsável por superintender os serviços administrativos.

Na análise dele, também não há problemas de os colegas que não irão disputar as próximas eleições continuarem recorrendo à verba indenizatória para distribuir material gráfico durante o pleito. "Ele pode fazer a divulgação porque não está em campanha. Se ele usar de forma indevida, vai responder perante o Tribunal Eleitoral e ser glosado no ressarcimento da despesa", ressaltou o parlamentar.

Questionado se o material produzido não poderia beneficiar um aliado do senador, o primeiro-secretário afirmou: "Se houver uso indevido, com manifestação ou deixando nas entrelinhas um pedido de apoio a algum parlamentar que esteja em disputa, ele não será ressarcido".

O senador também defendeu o ato que prevê o pagamento do adicional de embarque para os demais parlamentares da Casa: "É uma despesa a ser ressarcida. Não se mudou de ideia, se corrigiu algo que consta no custo da passagem que não estava sendo ressarcida".

Questionado sobre as razões da mudança às vésperas da campanha eleitoral, ele afirmou: "Foi uma solicitação dos que não são candidatos". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

TAGS