PUBLICIDADE
Notícias

Com inaugurações proibidas, Alckmin vistoria obras

08:30 | 09/07/2014
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) adotou a estratégia de fazer vistorias a obras públicas para compensar as proibições impostas pela lei eleitoral a agentes públicos que, como ele, disputam à reeleição. Ontem, o governador vistoriou obras de ampliação e modernização da rodovia deputado Leônidas Pacheco (SP-304), na região de Jaú, no interior de São Paulo. O tucano estava acompanhado de prefeitos e deputados dos municípios da região.

Esse tipo de atividade permite que Alckmin explore uma brecha da legislação para promover suas realizações de uma maneira semelhante ao que faria em campanha. A lei 9.504/97, em seu artigo 77, veda que os candidatos à reeleição participem de inaugurações, mas não cita limites quanto a fazer vistorias a obras públicas. Além disso, a mesma lei impede que tais candidatos usem "de seus serviços para comitês de campanha eleitoral de candidato, partido político ou coligação, durante o horário de expediente normal, salvo se o servidor ou empregado estiver licenciado".

Alckmin tem dito que só se dedicará aos compromissos de campanha "à noite, nos horários de almoço e também nos finais de semana", ou seja, quando estiver fora do expediente.

Acompanhamento

Alckmin chegou de avião ontem à cidade de Jaú. Depois seguiu em comboio pela rodovia, onde parou em certos trechos para acompanhar o andamento dos trabalhos na estrada e conceder uma coletiva aos jornalistas presentes na agenda. O tucano evitou falar de eleição e se ateve a comentar apenas as obras de recapeamento e modernização das vias, investimento de R$ 210 milhões dos cofres estaduais.

Anteontem, Alckmin também dedicou parte de seu dia para realizar esse tipo de agenda. O governador fez uma visita técnica ao Palácio dos Campos Elíseos, na região central de São Paulo, onde acompanhou o trabalho de restauro do prédio.

A série de vistorias feitas por Alckmin a obras de sua gestão começou no domingo, primeiro dia oficial de campanha. Nesse dia, o tucano vistoriou obras da Sabesp, órgão responsável pela distribuição de água para a região metropolitana, na zona leste da capital paulista. Essa visita do governador tem um outro ingrediente eleitoral, pela ligação com a crise hídrica que ronda parte do Estado nos últimos meses.

Coordenadores políticos de Alckmin afirmam que destacar os investimentos feitos pela sua gestão para garantir o abastecimento de água será uma prática recorrente do governador durante a campanha para, assim, se blindar de eventuais ataques de adversários.

Outro costume de Alckmin, mesmo fora do período eleitoral, é o de fazer pequenas caminhadas até padarias próximas de onde cumpre os compromissos oficiais. O tucano aproveita para cumprimentar eleitores, posar para fotos e tomar café.

TAGS