PUBLICIDADE
Notícias

MPE pede cassação de prefeito e vice-prefeito de Irauçuba

15:39 | 16/05/2014
O Ministério Público Eleitoral do Ceará (MPE-CE) emitiu parecer favorável à cassação do prefeito de Irauçuba (a 168 quilômetros de Fortaleza), José Elisnaldo Mota Pinto, o Zé Mota (PHS), e do vice-prefeito Carlito Araújo (PHS). Eles são acusados por, durante campanha eleitoral de 2012, adotar condutas ilegais e comprar votos. O ex-prefeito Raimundo Nonato Sousa Filho (PHS) também é acusado de envolvimento no esquema eleitoral e poderá ter o caso encaminhado para julgamento por improbidade administrativa.

De acordo com o promotor de Justiça Plínio Augusto de Almeida Pereira, responsável pelo parecer, a ação de investigação judicial eleitoral foi proposta por um dos candidatos vencidos depois das eleições de 2012. Foi imputado aos candidatos eleitos ao Executivo o crime de captação ilícita de sufrágio eleitoral, a compra de voto, e ao ex-prefeito – que apoiava o atual prefeito, a denúncia de que ele oferecia empregos públicos em troca de voto.
[SAIBAMAIS 2]
O MPE também acusa o ex-prefeito de ter disponibilizado, no período do expediente de trabalho, vários servidores das pastas da Saúde e Educação durante a campanha de Zé Mota. A decisão do MPE foi tomada na quarta-feira, 14. O parecer já foi encaminhado para a juíza eleitoral Daniela Estêvão Albuquerque, da 41ª Zona Eleitoral, em Itapajé, que deverá acatar ou não o pedido de cassação.

O promotor destaca que, como a ação não foi proposta contra o ex-prefeito, deve ser encaminhado ao Ministério Público Estadual o caso de improbidade administrativa para que ele possa ser julgado.

O POVO Online não conseguiu contato com a Prefeitura de Irauçuba até a publicação da matéria.


Redação O POVO Online
com informações do Blog do Eliomar

TAGS