PUBLICIDADE
Notícias

Líder do PT na Assembleia faz várias críticas a Joaquim Barbosa

''Suas atitudes à frente do Judiciário foram repudiadas por juristas, pela CNBB e por advogados'', destacou Rachel Marques

11:25 | 30/05/2014
NULL
NULL
Comentando o anúncio de aposentadoria de Joaquim Barbosa, a líder do PT na Assembleia, Rachel Marques (PT), aproveitou para tecer uma série de críticas ao ministro. Citando notas de repúdio a ações do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), a deputada contestou diversas decisões de Barbosa com relação ao Mensalão.

“Suas atitudes à frente do Judiciário foram repudiadas por juristas, pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e por advogados”, destacou a petista. Entre as notas contestatórias destacadas por Marques, estava manifestação da CNBB contrária à decisão de Joaquim Barbosa em negar trabalho externo para presos do Mensalão.

[SAIBAMAIS 2]Um dos alvos da decisão foi o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu. A deputada também contestou a ausência de políticas para reinserção social de ex-detentos durante a gestão de Barbosa à frente do Judiciário.

A fala da líder do PT foi contestada por diversos deputados presentes. Durante a fala de Rachel Marques, o deputado Fernando Hugo (SDD) defendeu Barbosa e disse que prisão é lugar de ladrão, “como os petistas do mensalão”. Já Ely Aguiar (PSDC) sugeriu que a população construa uma estátua em homenagem a Joaquim Barbosa.

Redação O POVO Online
com informações da AL-CE

TAGS