PUBLICIDADE
Notícias

Vizinho acusa deputado Cavalcante de disparar revólver contra ele

Segundo o B.O., um popular se dirigia à sua casa, quando foi surpreendido por dois disparos efetuados pelo parlamentar, que estaria alcoolizado

11:51 | 15/04/2014
NULL
NULL
O deputado estadual Delegado Cavalcante (PDT) teria disparado aleatoriamente uma arma de fogo contra um vizinho em Morada Nova, na região do Jaguaribe. A informação consta em Boletim de Ocorrência registrado no último sábado, 12, na delegacia da Polícia Civil no Município. Segundo o B.O., um popular se dirigia à sua casa, quando foi surpreendido por dois disparos efetuados pelo parlamentar, que estaria alcoolizado.

Em entrevista ao O POVO, a vítima – que mora em frente ao deputado – disse desconhecer razão dos disparos, afirmando que nunca teve qualquer desavença com o parlamentar. Ele afirma que Cavalcante estava sentado em cima do muro de sua residência no momento dos disparos. A Polícia Civil confirmou registro do B.O. com a história narrada pela vítima.

[SAIBAMAIS 2]“Eu tinha deixado o carro na vaga, e quando estava saindo, escutei um estampido. Quando olhei para trás, vi um revólver apontado. Ele ainda deu outro disparo, e eu corri e chamei o Ronda”, diz. Segundo o popular, os policiais teriam constatado embriaguez no parlamentar. Cavalcante, por sua vez, se recusou a falar com a Polícia, ressaltando, aos gritos, que é deputado.

O POVO tentou entrar em contato com Delegado Cavalcante através de seu celular, mas não obteve resposta. A reportagem também deixou recados no gabinete do deputado na Assembleia Legislativa, mas ainda não recebeu retorno. Às rádios locais de Morada Nova, no entanto, Cavalcante tem dado entrevistas negando o ocorrido, afirmando se tratar de “invenção da oposição”.

Redação O POVO Online

TAGS