PUBLICIDADE
Notícias

Câmara de Juazeiro do Norte arquiva denúncias de corrupção

Uma das denúncias pedia investigações do vereador Antônio de Lunga, envolvido no "escândalo das vassouras"

17:09 | 09/04/2014
Os vereadores da Câmara dos Vereadores de Juazeiro do Norte (Região do Cariri) decidiram, na sessão plenária da terça-feira, 8, arquivar duas denúncias que tratavam de supostos desvios de dinheiro público, envolvendo vereadores. Uma delas pedia a investigação do vereador Antônio de Lunga por manter suposto esquema de corrupção no chamado “escândalo das vassouras”, referente à compra excessiva de material de limpeza. A segunda se referia a suposto superfaturamento em compras com verba pública, envolvendo o vereador Cláudio Luz (PT)

O vice-presidente da Casa, vereador Antonio Cledmilson Vieira (PSD), disse que foi eleita uma comissão para analisar as denúncias, no entanto o grupo “não encontrou elementos suficientes para sustentar as denúncias”. Para ele, as ações têm cunho político. “Não é denúncia séria”, acrescentou.
[SAIBAMAIS 3]
O vereador José Adauto Araújo, relator da Comissão de Ética da Casa, que recebeu as denúncias, também ressaltou que não houve fundamento para as denúncias e a comissão optou pelo arquivamento. Segundo ele, a denúncia contra Cláudio Luz se referia a mãe dele, a ex-secretária de Educação Sônia Luz, por suposta fraude na compra de ventiladores. Para a comissão, o filho não poderia pagar pelas atitudes da mãe, disse Adauto.

Escândalo das Vassouras
No caso da denúncia contra Antônio de Lunga, o vereador afirmou que a decisão do grupo foi não intervir em um processo que está nas mãos da Justiça. De acordo com Adauto, na terça-feira, Lunga foi julgado no Tribunal de Justiça, mas foi derrotado pelos desembargadores e deve recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF). “Era mais uma tentativa da oposição de requentar o assunto”, disse o vereador.

TAGS