PUBLICIDADE
Notícias

PSDB entra amanhã com representação contra Dilma

22:32 | 28/01/2013
O PSDB anunciou nesta segunda-feira que entrará amanhã, às 14h30, com uma representação na Procuradoria Geral da República contra a presidente Dilma Rousseff. Os tucanos querem que o Ministério Público Federal abra uma investigação contra Dilma por uso indevido da cadeia nacional de rádio e TV na quarta-feira da semana passada. Na ocasião, a presidente aproveitou o anúncio da redução da conta de energia para atacar quem fez previsões "sem fundamento" de que não seria possível garantir o corte para consumidores residenciais e industriais, setor agricultura e de serviços.

O partido deve alegar na representação que Dilma se valeu de uma prerrogativa do cargo não para tratar apenas de assuntos de interesse do País, mas fazer sua autopromoção e atacar aqueles que ousam discordar de seu governo. Na sexta-feira passada, o partido mudou o discurso inicial de não recorrer à Justiça contra o pronunciamento da presidente. Em nota divulgada naquele dia, a assessoria do partido disse já ter comprovado "a presença de elementos publicitários no pronunciamento feito, nesta quarta-feira, pela presidente da República e a forte identidade com os filmes exibidos na campanha eleitoral e nos horários reservados à propaganda eleitoral".

O PSDB apresentou quatro comparações para mostrar que Dilma usou irregularmente a cadeia nacional. O primeiro é a semelhança da grafia do nome da presidente durante o programa e os programas realizados na campanha de 2010. Em segundo lugar, a logomarca do governo utilizada no lugar do brasão da República. Em terceiro, o uso no pronunciamento de recursos gráficos semelhantes aos usados na campanha eleitoral. Por último, o uso de roupas vermelhas fazendo alusão à cor do partido. (AE)

TAGS