PUBLICIDADE
NOTÍCIA

Helicóptero realiza buscas por suspeito de estuprar e matar universitária em Pedra Branca

As diligências por José Pereira da Costa abrangem os municípios de Pedra Branca, Senador Pompeu e Quixeramobim. Até às 19 horas desta terça, ninguém havia sido preso

00:00 | 01/05/2019
A universitária  Daniele de Oliveira Silva, 24,  teve o corpo encontrado na quarta, 24 de abril, em Pedra Branca
A universitária Daniele de Oliveira Silva, 24, teve o corpo encontrado na quarta, 24 de abril, em Pedra Branca(Foto: Arquivo Pessoal)

As buscas para capturar o principal suspeito de estuprar e matar a estudante universitária Daniele de Oliveira Silva, 24, que teve o corpo encontrado na quinta-feira, 25 de abril, em Pedra Branca, a 268 quilômetros da Capital, tiveram o reforço de aeronave da Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) nesta quarta-feira, 1º de maio. A Justiça expediu mandado de prisão preventiva contra José Pereira da Costa, o “Zé do Valério”, que está foragido desde a data do crime e foi apontado como suspeito.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), a Polícia Civil e a Polícia Militar do Ceará seguem à procura com o objetivo de capturar o suspeito. O crime aconteceu na localidade de Sítio São Gonçalo, em Pedra Branca. O trabalho policial acontece na região que abrange os municípios de Pedra Branca, Senador Pompeu e Quixeramobim. Participam das diligências equipes das delegacias Regional de Senador Pompeu, Municipais de Quixeramobim e Pedra Branca, além do Comando Tático Rural (Cotar) - da PMCE. Ele pode estar escondido no matagal da região, que está alto, por causa das chuvas.

LEIA TAMBÉM | Mulheres fazem protesto contra morte de estudante universitária em Pedra Branca

O corpo da universitária Daniele de Oliveira Silva foi encontrado por volta das 8 horas do dia 25 de abril, sem roupa e com um ferimento no olho esquerdo, em um sítio vizinho ao da família da jovem, na localidade de São Gonçalo, a 15 quilômetros da cidade. Filha de pequenos produtores rurais que fabricam queijo, Danielle Oliveira Silva cursava faculdade de administração e tinha uma loja na cidade. A jovem morava com os pais e ajudava nos serviços do sítio.

Redação O POVO Online