Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Myrkl: conheça a pílula que promete aliviar os efeitos da ressaca

Desenvolvido pela empresa farmacêutica De Faire Medical em parceria com o Instituto de Ciência e Saúde Pfützner, da Alemanha, a pílula promete aliviar os efeitos da ressaca e deixar a pessoa com o sentimento de estar revigorada

Aos amantes de bebidas alcoólicas, a ressaca do dia seguinte é quase iminente. Mas e se não fosse? No Reino Unido, um remédio que promete acabar com a ressaca e revigorar o organismo no dia seguinte começou a ser vendido nessa segunda-feira, 4. O medicamento chamado Myrkl funciona por até 12 horas. Porém, para ser eficiente, precisa ser ingerido ao menos duas horas antes de começar a beber, alertam os pesquisadores.

Conforme apontam os estudos do Myrkl, pessoas que beberam duas taças de vinho e tomaram dois comprimidos tinham 70% menos álcool no sangue do que as que não tomaram.

O medicamento tem efeito imediato à sua ingestão, podendo reduzir a concentração de álcool no sangue em 50% ainda nos primeiros 30 minutos após a bebedeira começar. Além da redução, os criadores ainda afirmam que o suplemento aumenta a energia e a imunidade.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Cura da ressaca

 

Acredita-se que o composto que está por trás dos sintomas da ressaca seja o ácido acético, produzido pelo corpo após o álcool ser decomposto no fígado em acetaldeído. Contrapondo essa ordem, o Myrkl promete decompor o álcool no intestino antes mesmo dele chegar ao fígado. Desta forma, ele pode ainda proteger o fígado de futuros problemas relacionados à bebida.

Em sua composição, a pílula contém as bactérias Bacillus Coagulans, Bacillus Subtilis e o aminoácido L-Cisteína, que decompõem o álcool em água e dióxido de carbono, o que garante que quase nenhum acetaldeído e ácido acético são produzidos pelo fígado. A fórmula carrega ainda a vitamina B12, que deixa a pessoa com o “sentimento de estar revigorada”.

No entanto, apesar de parecer milagroso, o diretor executivo da Myrkl pontua que o medicamento não deixa totalmente livre da ressaca, pois há outros fatores que também estão envolvidos no processo. Entre eles, estão a desidratação, o baixo nível de açúcar no sangue e o metanol que contribuem para o sentimento de mal estar após beber demais.

Indicações de uso do Myrkl

 

Desenvolvido pela empresa farmacêutica De Faire Medical em parceria com o Instituto de Ciência e Saúde Pfützner, da Alemanha, a indicação de uso do medicamento é que sejam tomadas duas pílulas pelo menos duas horas antes de beber.

Quanto aos ingredientes da pílula, todos são devidamente autorizados e reconhecidos como sendo seguros para ingestão pela Agência Europeia de Segurança Alimentar e pela Food Drug Administration dos EUA.

O medicamento foi desenvolvido originalmente na década de 1990, mas tem sido “aperfeiçoado” nas últimas três décadas.

Magnusson explica ainda que o propósito da pílula é ajudar os amantes de bebidas e aqueles bebedores moderados a acordarem se sentindo bem no dia seguinte, sejam eles profissionais ocupados, pais jovens ou idosos que desejam manter uma vida social ativa.

O Serviço Nacional de Saúde inglês (NHS) recomenda que os adultos não bebam mais de 14 unidades de álcool por semana, distribuídas por três ou mais dias. A dosagem equivale a seis copos médios de vinho ou seis canecas de cerveja.

Aos interessados, a pílula está disponível no site da empresa e não tem previsão para ser vendida em lojas. Myrkl custa £30 libras, cerca de R$ 193. Ainda não há informações se o medicamento chegará ao Brasil.

 

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar