Participamos do

Juiz dos EUA condena dois hondurenhos a 20 e 14 anos de prisão por narcotráfico

19:05 | Mai. 11, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Um juiz federal da Flórida, no sudeste dos Estados Unidos, condenou a 20 e 14 anos, respectivamente, dois cidadãos hondurenhos por seu papel em uma rede internacional de tráfico de drogas, informou o Departamento de Justiça nesta quarta-feira (11).

Fredy Donaldo Mármol Vallejo cumprirá uma pena de 20 anos de prisão e seu parceiro Michael Adolf Dixon Rivers a de 14 anos, por conspirar para introduzir ao menos cinco quilos de cocaína no território americano.

Segundo a acusação, ambos fizeram parte de uma rede que distribuiu essa droga na Colômbia, Guatemala, Honduras, Costa Rica e México, com o objetivo de fazê-la chegar nos Estados Unidos.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para a promotoria hondurenha, Mármol Vallejo, de 40 anos, era um dos principais líderes do narcotráfico em larga escala em Honduras.

As autoridades de seu país o extraditaram em outubro, cerca de dois meses depois de sua prisão. Em janeiro, ele se declarou culpado.

Dixon Rivers, de 53 anos, foi preso em outubro e extraditado em dezembro.

gma/cjc/ap/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar