Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Carlos Ghosn interrogado pela justiça libanesa

08:19 | Mai. 30, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A justiça libanesa interrogou Carlos Ghosn, ex-CEO da Nissan, depois de receber uma notificação da Interpol para sua detenção, informou uma fonte judicial à AFP.

Ghosn, que possui as nacionalidades libanesa, francesa e brasileira, deve ser julgado em Tóquio por supostos desvios financeiros quando comandava a Nissan. Ele vive em Beirute desde sua fuga espetacular do Japão no fim de 2019.

"O juiz Imad Kabalan interrogou Ghosn na presença de seu advogado sobre a difusão vermelha da Interpol, baseada na ordem internacional de detenção emitida pela França em abril", afirmou a fonte, que pediu anonimato.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A notificação é baseada na ordem de detenção emitida pela justiça francesa contra Ghosn no âmbito de uma investigação sobre abuso de bens sociais, abuso de confiança, lavagem de dinheiro e corrupção passiva.

Desde que fugiu do Japão em dezembro de 2019, Ghosn não pode sair do Líbano, pois está proibido pela justiça de viajar.

str-ho/elw/bk/me/meb/fp

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar