Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

UE: embargo ao petróleo da Rússia escapa, mas líderes continuam pressionando

Os estados membros da União Europeia não concordaram com uma proposta de compromisso para interromper as compras de petróleo russo após horas de discussão no domingo, 29, apontando profundas divergências dentro do bloco sobre as sanções a Moscou. O embargo do petróleo é a peça central de um sexto pacote de sanções que os Estados membros discutem há semanas, expondo os limites à unidade do bloco sobre a guerra na Ucrânia e no aumento da pressão econômica sobre a Rússia.

Autoridades de alto escalão dos países membros tentaram chegar a um acordo sobre uma proposta de compromisso que veria uma proibição gradual das compras de petróleo russo entregue em navios com isenção para o petróleo que flui para a Europa através do oleoduto Druzhba da Rússia. Isso significaria uma proibição gradual de cerca de dois terços do petróleo que o bloco de 27 membros importa da Rússia.

Pessoas familiarizadas com as negociações disseram que a Hungria continua se opondo à proposta de compromisso, dizendo que não oferece garantias suficientes a Budapeste. A Hungria se recusou a apoiar um embargo de petróleo total à Rússia, apesar de ter recebido uma longa isenção, argumentando que seria muito caro para o país.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Autoridades da UE se reunirão novamente na manhã de segunda-feira, 30, para fazer um último esforço para chegar a um compromisso antes de uma cúpula de líderes da UE que começa na segunda-feira. Os líderes da UE devem discutir brevemente a questão na segunda-feira e um acordo ainda é possível no final da semana, de acordo com um funcionário da Comissão Europeia, o braço executivo da UE. (FONTE: DOW JONES NEWSWIRES)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar