Participamos do

Boris Becker condenado em tribunal de Londres

00:04 | Abr. 27, 2022
Autor DW
Tipo Notícia

Boris Becker é acusado de movimentação ilícita de propriedade, ocultação de dívida e  de patrimônioEx-tenista é acusado de violar Lei de Falências e ocultar dívidas e patrimônio. Ele teria movimentado milhares de dólares após se declarar insolvente. Pena máxima pode chegar a sete anos de prisão.O ex-tenista alemão Boris Becker foi considerado culpado em um tribunal de Londres, nesta sexta-feira (08/04), de violações da Lei de Falências, após ter movimentado ilicitamente milhares de dólares de uma conta bancária depois de se declarar insolvente. O júri da corte de Southwark Crown condenou Becker em quatro acusações, que incluem remoção de propriedade, ocultação de dívida e outras duas de ocultação de patrimônio. A pena máxima pode chegar a sete anos de prisão. O alemão teria feito uma transferência de centenas de milhares de dólares de sua conta bancária comercial para outras, incluindo a de sua ex-mulher, Barbara, e de sua esposa Sharlely, da qual está separado, após sua falência em junho de 2017. Ele teria ainda ocultado a propriedade de um imóvel na Alemanha e escondido um empréstimo de 825 mil euros (em torno de 4,2 milhões de reais) , além de ações de uma empresa de tecnologia. Becker foi absolvido de outras 20 acusações, inclusive de que não teria entregue às autoridades suas várias premiações, que incluem dois troféus do torneio de Wimbledon e uma medalha de ouro olímpica. O hexacampeão do Grand Slam, hoje com 54 anos, negou todas as acusações. Ele afirma que colaborou com as autoridades fiduciárias, inclusive ao entregar seu anel de casamento, e que seguiu orientações de especialistas. A falência do ex-tenista teve origem em um empréstimo de 4,6 milhões de euros de um banco privado em 2013, e de outro no valor de 1,6 milhão de dólares de um empresário britânico no ano seguinte, segundo depoimentos feitos durante o julgamento. "Estilo de vida caro" Becker argumentou que os rendimentos de sua carreira de tenista, de 50 milhões de dólares, foram engolidos por um processo dispendioso de divórcio, com pagamentos de uma pensão de alto valor para seus dois filhos, e por dívidas que surgiram após ele perder boa parte de sua renda, depois de se aposentar do tênis. Ele alegou que tinha "compromissos de um estilo de vida caro", incluindo uma casa em Wimbledon cujo aluguel era de 22 mil livras esterlinas (136 mil reais) por mês. O alemão disse que sua "marca Becker" foi prejudicada pela publicidade negativa, o que tornou ainda mais difícil para ele conseguir pagar suas dívidas. "É muito difícil quando você está falido e aparece nas manchetes todas as semanas por causa disso", afirmou. "É muito difícil ganhar muito dinheiro com meu nome." Becker recebeu direito à permanecer em l,iberdade até a próxima audiência no tribunal, em 29 de abril. rc (AP, AFP)

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar