Participamos do

Chile e Bolívia encerram alegações na CIJ e aguardam veredito sobre disputa pelo rio Silala

13:37 | Abr. 14, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Chile e Bolívia encerraram nesta quinta-feira (14) a fase de alegações orais diante da Corte Internacional de Justiça (CIJ) na longa disputa que mantêm sobre o status e uso das águas do rio Silala.

Neste último dia, o Chile teve a oportunidade de apresentar seus argumentos para responder à reconvenção apresentada pela Bolívia, e agora está aberto um período de espera até a decisão judicial.

Encerrando a sessão, o presidente da CIJ, o americano Joan Donoghue, pediu aos chefes das duas delegações que permaneçam disponíveis para possíveis consultas adicionais, mas não deu uma data para uma decisão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em sua reconvenção, a Bolívia pediu na quinta-feira ao tribunal que reconheça sua soberania sobre as águas do Silala e os canais construídos em seu território, o fluxo dessas águas e a necessidade de que o acesso do Chile a eles seja objeto de negociação.

Este caso é parecido com o de 2016, quando o Chile entrou com uma ação em meio a outra disputa entre os dois países diante a mesma CIJ, na qual o lado boliviano pediu para forçar as autoridades chilenas a negociar uma saída soberana para o mar.

As relações diplomáticas entre os dois países estão rompidas desde 1978, quando fracassou a última tentativa de negociar o acesso da Bolívia ao Oceano Pacífico.

ahg/es/gf

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar
1