Participamos do

China rejeita acusações 'infundadas' dos EUA por confimamento em Xangai

08:51 | Abr. 10, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A China qualificou neste domingo (10) de "acusações infundadas" as críticas dos Estados Unidos à sua política contra a covid-19, depois que, devido ao confinamento imposto em Xangai, Washington decidiu deixar parte de seu pessoal partir desta metrópole.

A política de "covid zero", que Pequim defende, está à prova devido a um surto de covid em Xangai, que causou cerca de 100.000 casos e levou as autoridades a decretarem um confinamento para seus 25 milhões de habitantes, que se queixam de falta de comida.

No sábado, a embaixada americana na China informou que vai permitir a saída de seu consulado em Xangai de seu pessoal não essencial, "devido a um surto de casos de covid-19 e ao impacto das restrições" e criticou as medidas para conter o vírus, considerando-as "arbitrárias".

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Em resposta, Pequim expressou "seu descontentamento e sua firme oposição às acusações infundadas de parte dos Estados Unidos sobre a política chinesa de controle da epidemia", segundo um comunicado difundido no sábado pelo ministério das Relações Exteriores.

"Deve-se destacar que a política de controle da epidemia da China é científica e eficaz", informou o porta-voz do ministério, Zhao Lijian.

mjw/dhc/an/zm/mv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar