Participamos do

Reino Unido aplica sanções contra filhas de Putin e do chanceler Lavrov

08:08 | Abr. 08, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O Reino Unido anunciou, nesta sexta-feira (8), sanções às filhas do presidente russo, Vladimir Putin, e à de seu ministro das Relações Exteriores, Serguei Lavrov, atacando o "luxuoso estilo de vida do círculo próximo ao Kremlin".

Katerina Tikhonova e Maria Vorontsova, filhas de Putin, e Yekaterina Vinokurova, filha de Lavrov, agora estão proibidas de entrarem no Reino Unido, onde seus ativos serão congelados, informou a Chancelaria britânica, que emula medidas similares adotadas por Washington e Bruxelas contra as filhas do presidente russo.

O Reino Unido já havia aplicado sanções a Polina Kovaleva, filha da suposta amante de longa data de Lavrov.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Assegurando que todas as sanções decididas até agora vão provocar uma crise econômica sem precedentes na Rússia desde a queda da União Soviética, a chefe da diplomacia britânica, Liz Truss, afirmou que mais medidas devem ser aprovadas.

"No G7, estamos trabalhando com nossos parceiros para pôr fim ao consumo de energia russa e atingir ainda mais a capacidade de Putin de financiar sua invasão ilegal e injustificada da Ucrânia", declarou Truss, no comunicado.

"Juntos, estamos apertando as porcas dos parafusos da máquina de guerra da Rússia, cortando as fontes de dinheiro de Putin", acrescentou.

Desde o início da ofensiva militar russa, em 24 de fevereiro passado, o Reino Unido aplicou sanções a mais de 1.200 pessoas e empresas de origem russa, incluindo 76 "oligarcas".

acc/es/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar