Participamos do

Presidente chinês elogia sua estratégia contra a covid-19 com Xangai confinada

11:13 | Abr. 08, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O presidente da China, Xi Jinping, elogiou nesta sexta-feira (8) a estratégia de "zero covid" do país, justo quando a cidade de Xangai (sudeste) está confinada devido ao pior aumento de casos desde o início da pandemia.

Xi Jinping aproveitou a cerimônia de homenagem aos participantes, voluntários e atletas dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de Pequim para elogiar a estratégia "zero covid" da China.

Na bolha sanitária aplicada durante a competição quase não houve casos, portanto "passou no teste e deu ao mundo uma experiência útil no combate à pandemia e na organização de grandes eventos esportivos", segundo o líder chinês.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"Atletas estrangeiros nos disseram que, se houvesse uma medalha de ouro no combate à epidemia, seria para a China", disse Xi Jinping.

A política chinesa de "zero covid" se baseia em medidas como o confinamento desde o surgimento dos primeiros casos, a filtragem drástica de pessoas nas fronteiras, uma longa quarentena ao entrar no território e o registro dos deslocamentos.

Isso fez com que a China registrasse apenas 5.000 mortes desde o início da epidemia no final de 2019 (segundo o balanço oficial). No entanto, a variante ômicron acelerou a propagação do vírus nas últimas semanas.

Xangai, um grande centro econômico de 25 milhões de habitantes, está confinada desde a semana passada. Cerca de 38.000 profissionais de saúde e cerca de 2.000 soldados foram enviados para apoiar e distribuir alimentos.

A cidade é o epicentro da atual explosão de casos, com 21 mil novos casos positivos nesta sexta-feira, níveis não vistos na China desde o início da pandemia.

As autoridades da cidade disseram nesta sexta-feira que instalaram 60.000 leitos extras (principalmente em centros de exposições) para isolar casos positivos. E haverá mais 70.000 em breve, indicaram, elevando o total disponível para 130.000 leitos.

Pressionadas, as autoridades locais tiveram que flexibilizar algumas medidas controversas, como separar os menores que testaram positivo dos pais que testaram negativo.

Mas a economia resiste: a atividade manufatureira da China caiu em março para seu nível mais baixo em dois anos, segundo um índice independente.

bur-tjx/ehl/bar/at/grp/mis/aa

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar