Participamos do

Banco Central da Rússia faz corte-surpresa de 3% na taxa diretriz

11:03 | Abr. 08, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O Banco Central da Rússia reduziu sua taxa de juros de referência para 17% nesta sexta-feira (8), de forma inesperada, depois de tê-la aumentado drasticamente para 20% após as primeiras sanções impostas ao país pela invasão da Ucrânia.

A instituição financeira justifica o corte, que entrará em vigor a partir de segunda-feira (11), pelo fato de "os riscos para a estabilidade financeira continuarem presentes, mas terem parado de aumentar no momento".

A rápida ação do Banco em fevereiro e em março "evitou um estouro bancário maior e desestabilizador", disseram analistas da Capital Economics, em uma nota.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Com o fortalecimento da moeda nacional, o rublo, trata-se de um êxito do Banco Central, pois mostra que as medidas de controle de capital e de divisas funcionaram.

A instituição observou que está ocorrendo uma "entrada constante de fundos" nas contas bancárias, assim como "uma notável desaceleração das taxas de crescimento dos preços atuais, em particular, devido à dinâmica da taxa de câmbio do rublo".

Embora tenha batido recordes desde o início de março, a inflação se desacelerou na última semana do referido mês.

Após sofrer desvalorizações sem precedentes em fevereiro e em março deste ano, o rublo se recuperou, em grande medida, seu nível anterior ao início da guerra na Ucrânia.

O Banco Central deu a entender que pode haver nova redução da taxa de juros em sua próxima reunião, prevista para 29 de abril.

bur/rhl/sag/mar/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar