Participamos do

Ataque à base militar deixa soldado ferido no vale da coca no Peru

15:58 | Abr. 08, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Um soldado foi ferido nesta sexta-feira (8) quando uma base militar foi atacada por supostos remanescentes da guerrilha maoísta Sendero Luminoso em um remoto vale de cultivo de coca no Peru, informou o comando militar.

O ataque ocorreu quando os militares estavam dentro da Base Antiterrorista Corazonpata, da Segunda Divisão de Infantaria, na região andina sulista de Ayacucho, informou o Comando Conjunto das Forças Armadas em comunicado.

"Como consequência do ataque, o soldado Mikeas Araujo foi ferido e retirado por via aérea para um hospital" baleado "no hemitórax e no braço esquerdo", acrescentou o comando.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

A base militar está localizada no distrito de Llochegua de Ayacucho, cerca de 500 quilômetros ao sudeste de Lima.

A área do ataque faz parte do vale da coca formado pelos rios Apurímac, Ene e Mantaro, conhecido pela sigla VRAEM.

Este vale está sob vigilância militar desde 2006, quando o governo peruano indicou que havia remanescentes do Sendero Luminoso - considerado um grupo "terrorista" no Peru - operando em aliança com traficantes.

Em maio de 2021, outro suposto ataque de remanescentes do Sendero na cidade de San Miguel del Ene, VRAEM, deixou 16 moradores mortos, incluindo quatro menores.

Segundo a ONU, o Peru é, junto com Colômbia e Bolívia, um dos maiores produtores mundiais de folha de coca, matéria-prima da cocaína.

cm/fj/ll/aa/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar