Participamos do

Serviço Secreto dos EUA suspende agentes ligados a falsos funcionários federais

13:43 | Abr. 07, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

O Serviço Secreto americano, responsável pela proteção do presidente Joe Biden, anunciou, nesta quinta-feira (7), que suspendeu vários agentes, por sua relação com dois homens detidos por se fazerem passar por funcionários federais.

"Todo pessoal envolvido neste assunto está de licença administrativa e tem acesso restrito às instalações, equipamentos e sistemas do Serviço Secreto", declarou a agência, em um comunicado.

De acordo com uma declaração sob juramento em um tribunal de Washington, Arian Taherzadeh, de 40 anos, e Haider Ali, de 36, presos na quarta-feira (6), ofereceram presentes a um membro da equipe de segurança da primeira-dama dos EUA, Jill Biden, assim como a outros agentes do Serviço Secreto.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Conforme relatos, Taherzadeh também cedeu a vários integrantes do Serviço Secreto e do Departamento de Segurança Interna unidades habitacionais livres de aluguéis de até US$ 4.000 por mês. Ele morava em um edifício residencial em Washington, no qual residem vários funcionários federais da área de Segurança.

A dupla conseguiu convencer alguns destes agentes de que eram investigadores especiais do Departamento de Segurança Interna, apresentando uniformes e documentos para corroborar estas afirmações.

Documentos judiciais indicam que quatro agentes do Serviço Secreto foram suspensos no âmbito deste caso.

Os objetivos de Taherzadeh e Ali ainda não são claros, mas, em um determinado momento, recrutaram uma pessoa para investigasse "um indivíduo que prestava suporte ao Departamento de Defesa e à comunidade de Inteligência".

Taherzadeh tinha acesso ao sistema de segurança do prédio onde morava, além de várias câmeras de segurança instaladas em seu apartamento principal. Também carregava pistolas usadas pelas forças da ordem americanas e mostrou aos demais que tinha acesso seguro ao que pareciam ser sistemas informáticos de Segurança Interna.

pmh/dw/dem/llu/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar