Logo O POVO+

Jornalismo, cultura e histórias em um só multistreaming.

Participamos do

Washington impede Rússia de pagar dívidas com dólares depositados nos EUA

10:58 | Abr. 05, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

A partir desta terça-feira (5), a Rússia estará impedida de pagar suas dívidas com fundos depositados no sistema financeiro americano, como forma de aumentar a pressão pela invasão da Ucrânia - anuncia o Departamento do Tesouro dos EUA.

"Hoje (5), é o último dia para que a Rússia faça outro pagamento da dívida. A partir de hoje, o Tesouro dos Estados Unidos não vai permitir que débito algum seja pago em dólares de contas do governo russo em instituições financeiras do país", disse um porta-voz à AFP.

"A Rússia deve escolher entre sacar as reservas estimadas em dólares que lhe restam, conseguir novas receitas, ou cair em default", acrescentou a mesma fonte.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Os pagamentos da dívida haviam sido previamente isentos do bloqueio quase total da Rússia no sistema financeiro mundial, e Moscou fez muitos pagamentos a credores estrangeiros por meio de grandes bancos americanos.

Também foi permitido à Rússia receber pagamentos pelas vendas de gás e petróleo, mesmo com os EUA proibindo as importações dos combustíveis russos.

Nesta terça, porém, a Casa Branca advertiu que vai impor novas sanções ao presidente russo, Vladimir Putin, após as recentes denúncias de atrocidades na Ucrânia atribuídas à Rússia.

Esta medida por parte do governo americano "vai reduzir ainda mais os recursos de Putin para continuar sua guerra contra a Ucrânia e vai gerar mais incertezas e desafios para seu sistema financeiro", afirmou este funcionário do Tesouro, em uma declaração, na qual destacou que a Rússia "está enfrentando uma recessão, uma disparada na inflação (e) falta de bens básicos".

Hs/st/gm/rsr/dd/tt

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar