Participamos do

Militares se mobilizam por ameaça de nova rebelião carcerária no Equador

20:23 | Abr. 05, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

As forças militares foram mobilizadas nesta terça-feira (5) na área externa de uma prisão no Equador, diante da ameaça de um motim após a morte de 20 detentos no fim de semana em uma briga em outra penitenciária, segundo uma fonte oficial.

As tropas intensificaram as operações no perímetro externo da penitenciária de Machala, no litoral do sudoeste equatoriano, "diante de possíveis rebeliões", indicou o comando conjunto do exército no Twitter.

Segundo o alto comando, o objetivo é "manter o controle e a vigilância" do local de reclusão.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Por sua vez, a autoridade máxima da província de El Oro, cuja capital é Machala, apenas informou sobre "acontecimentos" na penitenciária, sem detalhar se houve confrontos entre os detentos.

"Nossa prioridade é garantir a segurança e o bem-estar dos funcionários" do órgão a cargo das prisões (SNAI) e dos presos, disse o governador Fulton Serrano na mesma rede social.

No domingo, 20 detentos morreram em enfrentamentos registrados entre grupos vinculados com o narcotráfico na penitenciária de El Turi, na cidade andina de Cuenca (sul).

O sistema carcerário do Equador atravessa uma severa crise pela guerra entre presos relacionados com os cartéis do tráfico de drogas. Mais de 320 detentos morreram em 2021 na pior onda de violência carcerária registrada na América Latina.

sp/vel/dga/rpr/mvv

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Política de privacidade

Aceitar