Participamos do

UE lança iniciativa para aliviar escassez de alimentos em países vulneráveis

18:16 | Mar. 25, 2022
Autor AFP
Tipo Notícia

Os países da União Europeia (UE) anunciaram nesta sexta-feira (25) uma iniciativa para aliviar a escassez de alimentos em países em situação de vulnerabilidade, causada pela guerra na Ucrânia, país considerado "o celeiro da Europa".

Este novo programa, identificado pela sigla FARM, propõe aumentar a transparência sobre as reservas mundiais, garantir o abastecimento aos países em risco e incentivar a produção em regiões frágeis, indica a declaração da cúpula da UE, encerrada nesta sexta-feira em Bruxelas.

"Este trabalho multilateral deve garantir o funcionamento eficiente dos mercados e fomentar a produção local para reduzir o risco de insegurança alimentar", disse o documento.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

"É preciso preservar a integridade das redes de abastecimento de alimentos", reforçou.

A declaração também pede atenção especial para medidas que permitam estabelecer "preços razoáveis para os alimentos da UE".

No primeiro dia da cúpula, na quinta-feira, o presidente da França, Emmanuel Macron, lançou uma proposta de um plano de emergência sobre segurança alimentar mundial e sobre a produção de cereais.

A ausência de uma colheita na Ucrânia devido à invasão russa, segundo Macron, poderia produzir um período de 12 a 18 meses de "fome inevitável", com uma possível escassez de cereais no Egito e no norte da África.

A proposta também inclui "obter o compromisso multilateral para não impor restrições à exportação de matérias primas agrícolas", evitando bloqueios como os que ocorreram com as exportações de vacinas durante a pandemia de covid-19.

ahg/js/am

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar