Participamos do

Zelensky cobra mais ajuda da Otan e pede 'respostas claras' da aliança

10:26 | Mar. 24, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, pediu nesta quinta-feira, 24, à Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) que forneça mais assistência militar ao país em meio à ofensiva da Rússia. O líder ucraniano, no entanto, não reiterou seu pedido por uma zona de exclusão aérea nem pediu para se juntar à Otan, de acordo com um alto funcionário do governo dos Estados Unidos.

Em discurso em vídeo na cúpula da Otan nesta quinta-feira, Zelensky disse que a Ucrânia precisa de "assistência militar sem limitações", já que a Rússia está "usando todo o seu arsenal" contra o país. O presidente ucraniano instou a Otan a fornecer a Kiev "1% de todos os seus aviões, 1% de todos os seus tanques". "Não podemos simplesmente comprá-los", disse.

A Ucrânia também precisa urgentemente de vários sistemas de lançamento de foguetes, armas antinavio e sistemas de defesa aérea, disse Zelensky. "É possível sobreviver em uma guerra dessas sem isso?", perguntou ele.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Zelensky acusou a Rússia de usar bombas de fósforo na manhã desta quinta-feira, matando adultos e crianças. Ele lembrou aos líderes da Otan que milhares de ucranianos morreram no conflito, que 10 milhões de pessoas deixaram suas casas e instou a Otan a dar "respostas claras". Fonte: Associated Press.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar