Participamos do

Biden e von der Leyen reforçam alinhamento nas sanções contra Rússia

20:56 | Mar. 24, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, reforçaram estarem unidos em condenar a Rússia pela guerra "injustificada e não provoda" na Ucrânia. Em comunicado conjunto, os líderes reiteraram ter "fortalecido e alinhado" seus regimes de sanções contra Moscou e a necessidade de intensificar respostas contra evasão de sanções.

Em mobilização para alívio humanitário e apoio à população ucraniana, os EUA irão fornecer mais de US$ 1 bilhão em nova assistência ao país, além dos US$ 300 milhões já contribuídos. A União Europeia, por sua vez, já repassou US$ 550 milhões para a Ucrânia nesta frente.

Em relação à segurança energética, Biden e von der Leyen disseram estar dando "passos concretos" na ação pela cooperação energética para garantir segurança de oferta e reduzir a dependência de combustíveis fósseis russos que afeta, especialmente, países europeus.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Para prevenir a crise alimentar, gerada pelo aumento de preços, as potências pretendem redobrar seus esforços para promover ajuda direta onde for preciso, disseram, em nota. Avanço em cibersegurança também está sendo feito para aumentar resiliência e defesa cibernética com o objetivo de combater o "abuso" de moeda virtual pela Rússia.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar