Participamos do

EUA condenam na ONU 'crimes de guerra' da Rússia e prometem investigação ampla

17:26 | Mar. 23, 2022
Autor Agência Estado
Foto do autor
Agência Estado Autor
Ver perfil do autor
Tipo Notícia

A embaixadora dos Estados Unidos na Organização das Nações Unidas (ONU), Linda Thomas-Greenfield, disse que o "mundo é testemunha dos crimes de guerra da Rússia" em seu ataque à Ucrânia, pouco depois do governo norte-americano ter avaliado formalmente que Moscou cometeu crimes no conflito no Leste Europeu.

A embaixadora destacou bombardeios feitos a locais frequentados por civis em Mariupol, onde pelo menos 2,4 mil pessoas morreram, número que deve ser maior, segundo ela.

"As ações da Rússia em Mariupol serão investigadas extensivamente", prometeu Linda Thomas-Greenfield.

Seja assinante O POVO+

Tenha acesso a todos os conteúdos exclusivos, colunistas, acessos ilimitados e descontos em lojas, farmácias e muito mais.

Assine

Neste contexto, ela condenou a possibilidade de que outras nações se abstenham de condenar a ofensiva militar russa, afirmando que tal posição é "inaceitável". "Qualquer país que pretende fazer algo para mitigar a emergência na Ucrânia deve antes reconhecer a causa desta emergência", declarou.

Em ocasiões recentes, os EUA tentaram pressionar a China a adotar tom mais duro quanto a invasão da Ucrânia. Até agora, os esforços não tiveram sucesso, já que a China mantém posição neutra sobre o conflito.

Dúvidas, Críticas e Sugestões? Fale com a gente

Tags

Os cookies nos ajudam a administrar este site. Ao usar nosso site, você concorda com nosso uso de cookies. Leia Mais.

Aceitar